Destaques da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin

A exposição Destaques da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin foi uma mostra de cerca de cem títulos da coleção que permaneceram expostos até 5 de julho de 2013, uma oportunidade para ver de perto alguns dos itens mais valiosos e importantes da coleção brasiliana de Mindlin, composta por livros, manuscritos, periódicos e folhetos.

Apesar de gostar de caracterizar sua biblioteca de “indisciplinada” – um traço que, dizia, decorria dos interesses de seu dono, um “leitor indisciplinado” que lia “sobre os mais variados assuntos” – a coleção possui quatro eixos temáticos bem definidos: ‘assuntos brasileiros’, ‘literatura em geral’, ‘livros de arte’, e ‘livros como objeto de arte’, em virtude de seus traços tipográficos, de sua diagramação, ilustração, encadernação, entre outros aspectos.

Dentre os títulos expostos estão o original datilografado, com correções manuscritas, de Grande sertão: veredas, de Guimarães Rosa; exemplares das revistas O Tico-Tico, e Semana Ilustrada; a primeira edição (1595) da Arte de grammatica da lingoa mais usada na costa do Brasil, de José de Anchieta e um exemplar da primeira edição (1557) da obra de Hans Staden, alemão que esteve no Brasil por duas vezes em meados do século XVI.

Exposição encerrada