Estudos e análises sobre autores e obras do acervo da BBM.

Textos críticos

Gilka Machado (1893 - 1980)

Desde criança Gilka faz versos. E com 13 anos ganha concurso pelo jornal A imprensa, quando arrebata os 3 primeiros prêmios, com poemas assinados com seu próprio nome e com pseudônimos. Mas só em 1915, aos 22 anos, publica seu primeiro livro, Cristais Partidos.

Dicionário de Medicina Popular

Dentre as obras de medicina popular do século XIX, o dicionário de Pedro Luiz Napoleão Chernoviz, certamente o mais conhecido livro do gênero, foi de importância fundamental para a divulgação da prática e do saber aprovados pelas principais instituições médicas oficiais entre finais do século XIX e princípios do XX.

Joaquim Manuel de Macedo (1820–1882): o início do romance no Brasil

Joaquim Manuel de Macedo (1820-1882) nasceu em Itaboraí, Rio de Janeiro. Formado em medicina, nunca exerceu a função. Deu aulas de Geografia e História do Brasil no Colégio Pedro II e foi preceptor dos filhos da princesa Isabel. Seguiu também carreira política como deputado provincial e geral. Simultaneamente a essas ocupações produziu prolífica e variada obra intelectual.

Klaxon (1922-1923)

Lançada em São Paulo no mesmo ano que se realiza a Semana de Arte Moderna, Klaxon (1922-1923) é a primeira revista modernista do Brasil.

Basílio da Gama (1741-1795)

Do ponto de vista artístico, Basílio da Gama representa um aspecto interessante da Ilustração francesa nas Letras luso-brasileiras. Tendo escrito na época de Voltaire e do pintor Jean-Jacques Louis David, Basílio da Gama soube como poucos transformar política em poesia.

As edições de "Marilia de Dirceo", de Tomás Antônio Gonzaga

Histórias à parte, os vários exemplares da Marilia exigem um cuidadoso trabalho de catalogação, não só pelo fato de existirem as três partes em diversas edições, mas principalmente pelo fato de haver exemplares contendo uma, duas ou as três partes em edições diferentes encadernadas juntas por seus antigos proprietários.

Nova Lusitânia: História da Guerra Brasília

A História da Guerra Brasílica é uma das melhores fontes portuguesas para os acontecimentos ocorridos durante o período holandês no Brasil do século XVII.

Arte de Gramática da Língua mais usada na Costa do Brasil (1595)

A Arte de Gramática da Lingoa mais usada na costa do Brasil foi escrita pelo padre José de Anchieta, da Companhia de Jesus, na segunda metade do século XVI.

 

O editor Francisco de Paula Brito (1809-1861)

Eis, nas palavras do próprio Machado de Assis, o que representou para a história da tipografia brasileira a figura de Francisco de Paula Brito: “Paula Brito foi o primeiro editor digno desse nome que houve entre nós”.

A Viagem Pitoresca de Debret

A Viagem pitoresca evidencia o gênio artístico desse pintor e desenhista francês, mas a característica marcante da obra é o fato de revelar em imagens a história da vida urbana brasileira do início de século XIX, especialmente, da vida na corte do Rio de Janeiro, embora contenha também algumas imagens de São Paulo e de províncias do sul, as quais Debret só visitou tardiamente, nos seus últimos anos de Brasil.

Páginas