Autor: Arthur Reis

Título: Anarquistas e Servis: Uma Análise dos Projetos Políticos do Rio de Janeiro de 1824 a 1826

ISBN: 978-65-87936-10-9

Distribuição: Edusp

Editora: Publicações BBM

Ano de publicação: 2022

Número de páginas: 304

Dimensões: 14x21 cm

Preço: R$ 60

Trata-se de importante contribuição sobre a história da imprensa e da política no Brasil, reconstituindo as trajetórias políticas e as redes de sociabilidade de dois influentes grupos de jornalistas da época, alcunhados pejorativamente de “anarquistas” e “servis”. Uma característica marcante dos embates políticos que travavam, como mostra vividamente Arthur Ferreira Reis, foi a “guerra de palavras” entre estes missivistas, que era pródiga em xingamentos mútuos e ataques pessoais. Mas o livro vai além, valendo-se de autores da “virada linguística” na historiografia para analisar como um novo vocabulário político se formava e se disseminava pela sociedade naquele período fascinante de alargamento da política e de implementação de um governo relativamente representativo. Em perspectiva, portanto, parece justificado pensar que, apesar desses grupos saírem da cena pública em 1826, tais debates tenham sido o ponto de partida para os que vieram a ser travados ao longo de todo o restante do século XIX. Nesse sentido, Anarquistas e Servis é uma fonte valiosa para compreendermos melhor esse importante período da nossa história.

Anarquistas e Servis